Charge de 20.ago.2023

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O quadrinho “CAUÊ” de Ricardo Coimbra, publicado em 20/08/2023, com 17quados, traz uma filha que apresenta o namorado ao pai. Ela e o namorado estão de pé ao lado do pai, que lê jornal em um sofá. Ela é branca, magra, cabelo comprido com franja e usa um vestido. O namorado é branco, com cabelo encaracolado e loiro e usa bermuda e camiseta. O pai é calvo, usa óculos e tem bigode preto.  No quadrinho 1, a garota fala: "Papai, esse é o Cauê."  No quadrinho 2, o pai responde: "Péssimo nome" e a garota diz “Papai!”  No quadrinho 3, Cauê fala: "Issaê é preconceito, hein” e o pai responde: “Preconceito não! Numerologia!”  No quadrinho 4, Cauê fala: “Numerologia?” e o pai responde: “Isso mesmo!”  No quadrinho 5, o pai continua: “Seus pais provavelmente são entusiastas da cannabis e das relações humanas que se conheceram entre arbustos de uma chácara onde estava rolando algum festival chamado ‘Tropiconha’ ou coisa que o valha. Me surpreende que não tenham atentado para esse detalhe...”  No quadrinho 6, Cauê fala “Detalhe?” e o pai responde: “Esse acento”.  No quadrinho 7, o pai fala “Tem que tirar. É numerologicamente ruim” e Cauê fala “Ruim?”  No quadrinho 8, o pai fala “Muito. Um simples acento mal colocado pode transformar sua vida num inferno.”  No quadrinho 9, Cauê fala “Sério?” e a namorada fala “Não ouve, Cauê”. Cauê fala “Mas se eu tirar o acento vai mudar a pronúncia”  No quadrinho 10, o pai fala “Não está querendo bancar o espertinho com a numerologia, não é, garoto?”  No quadrinho 11, Cauê responde assustado com as mãos sobre a boca: “N-não, senhor”  No quadrinho 12, o pai fala: “me diga uma coisa: você foi registrado com acento?”  No quadrinho 13, Cauê responde com expressão ansiosa: “S-sim, senhor”  No quadrinho 14, o pai fala: “Então seu destino está selado”  No quadrinho 15, vemos apenas o rosto de Cauê em pãnico.  No quadrinho 16, vemos o pai no sofá com seu jornal, a filha do lado e Cauê pulando pela janela soltando um grito de desespero.  No último quadrinho vamos a filha ao lado do pai, que continua no sofá com seu jornal. Ela fala: “Odeio você. Mas admito que é um adversário à altura”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

últimas de cartuns

Fernando Gonsales

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Estela May

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Galvão Bertazzi

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Marilia Marz

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

André Dahmer

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Cláudio de Oliveira

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Laerte

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Caco Galhardo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Fabiane Langona

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

André Dahmer

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login