Quadrão

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

HQ formada por 7 tiras divididas em 21 Quadros. Título escrito em branco sobre um fundo cinza escuro: Memorabilia - Moska - Angeli Na Tira 1, no Quadro 1: A cena em tons de sépia, está em perspectiva, mostra ao fundo, `a esquerda, um sofá, sujeira pelo chão, alguns avisos colados na parede Um Quadro de avisos sombreado `a direita indicam um lugar escuro e desarrumado. Uma luz direta incide sobre a personagem central que está sentada de perfil. Um adolescente pequeno, com a boca avantajada, dentuço, nariz redondo e grande, tem um gorro verde enfiado na cabeça que vai até a altura dos olhos, usa uma camiseta na cor mostarda. Está sentado em frente a um computador de mesa antigo, vê-se apenas a lateral sombreada do mesmo e um copo `a sua frente. Com ambas as mãos em cima do teclado digitando e no balão ele fala: “ Agora sim, o mundo irá saber quem é o Moska!” No Quadro 2: A mesma cena em zoom, Iluminada por uma luminária de teto sob ­a cabeça do rapaz.  Ele continua com as mãos digitando e no balão, exclama: “ Estou escrevendo um livro sobre minha vida. Será um daqueles calhamaços!” No Quadro 3:, Repetição da primeira cena. A personagem já com os braços abertos indicando movimento, No texto em dois balões que se complementam, Moska fala:  “ Título:” e “ Nascido a fórceps!” Na Tira 2, no Quadro 4:  Em uma sala, em meia luz, tendo ao fundo camisetas penduradas em um varal em baixo de um viga que divide o ambiente. `A direita, uma janela grande com uma persiana entreaberta, sobre uma mesa, que contém uma pilha de papéis com uma taça em cima. `A direita, um monitor com uma imagem de uma página escrita. Em frente uma cadeira giratória suja. Em primeiro plano, Moska está sentado em um sofá, onde seu pequeno corpo ocupa apenas o acento, tem um cigarro na mão direita, que segura também um copo, apoiado no mesmo. Um cinzeiro ao seu lado direito com outro cigarro apoiado. Com a mão esquerda, segura uma folha de papel que está lendo. Moska veste seu o gorro verde e continua com a camiseta mostarda curta que deixa `a mostra sua cintura, usa uma calça laranja e fala:  “ Que maluco! Meu texto é bom. Vou me tornar um grande escritor!” No Quadro 5: A cena continua. Moska com o braço esquerdo em riste, segura o papel no alto. Com a outra mão segura o copo e o cigarro acesos. E continua: “Underground, boêmio, mundano, sujo…O maldito dos malditos!” No Quadro 6: Com o cigarro no canto da boca, o papel no colo, termina: “Vou até cultivar um certo mau hálito!” Na Tira 3, Quadro 7: A cena se passa em um bar, em tons de sépia, Moska está sentado em uma mesa com bancos inteiriços, com papéis `a sua frente. A mesa está encostada a uma janela de vidro grande `a esquerda da cena. Onde lê-se a palavra BAR escrita espelhada em traço fino e preto. Ao fundo `a direita a ponta de um balcão e um banco alto giratório.. Um Quadro de avisos por trás da personagem. Uma atendente está em pé ao seu lado esquerdo, de frente para o leitor. Ela é uma mulher magra, cabelos ruivos curtos, usa uma camiseta azul e um avental branco. Tem óculos grandes e redondos de aros grossos azuis acinzentados. Segura uma uma bandeja branca e fina, com dois copos. Ela pergunta: ”O que você está fazendo, Moska?” No Quadro 8: A cena se aproxima. Moska de perfil, com a barba por fazer, com as mãos apoiadas sobre um papel em branco em cima da mesa, segura um lápis com a mão esquerda. Ele olha para a atendente e responde: “Revisando os originais do meu livro de memórias! Agora sou um escritor sujo, junky, mundano maldito!”. Ao que a atendente exclama: “Jura!?” No Quadro 9: A cena mostra Moska de perfil, mexendo nos papéis `a sua frente. A atendente em pé, a sua esquerda e de frente p o leitor. Garrafas e comandas penduradas em um balcão atrás dela. Ela tem o braço direito dobrado na cintura e com a mão esquerda segura a bandeja mais no alto. E questiona: “Daqueles que penduram contas em bares? ” Ao que ele responde: “ Sem contar com as vomitadas no banheiro!” Na Tira 4, Quadro 10: Moska está sentado em um banco giratório, em frente a um balcão. Suas curtas pernas penduradas, no colo uma pequena pilha de papel.  Magralha, a atendente, está atrás do balcão, muitas garrafas por trás dela. Está curvada e tem os braços cruzados, e os cotovelos apoiados em cima do balcão. Sua mão direita segura sua cabeça com os dentes `a mostra. Ele fala: “Magralha, serei o escritor mais sujo e escroto do mundo!” . Ela responde: “É mesmo?”. No Quadro 11: A cena segue, com Magralha atrás do balcão apoiada na prateleira de garrafas, com o braço direito esticado e o esquerdo na cintura olha para o Moska está de frente para o leitor, sentado de costas para o balcão, em um dos bancos giratórios, com as pernas abertas, os dois cotovelos apoiados em cima balcão. Tem um cigarro caído no canto direito da boca e o rosto de perfil. Uma pilha de papéis no tampo do balcão com uma folha voando para o chão. Ele fala: “Morarei entre os ratos de esgoto! Serei o bueiro da sociedade, excremento da humanidade!” No Q

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

últimas de cartuns

Laerte

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Fernando Gonsales

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Claudio Mor

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

André Dahmer

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Estela May

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Galvão Bertazzi

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Caco Galhardo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Fabiane Langona

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Fernando Gonsales

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Galvão Bertazzi

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login