Quadrão

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Quadrão de Laerte, em 14 quadrinhos. Um texto à margem informa: “Inspirada em “Tout va très bien, madame la Marquise” - de P. Misraki” 1) Uma mulher, na praia, sentada numa espreguiçadeira, de chapelão e grandes óculos. Junto a ela, uma taça de martini. Ela lixa as unhas enquanto fala ao celular, apoiado no ombro: “Alon.” 2) Outra mulher, com colete, atende um celular e fala: “Bom dia, Madame! Vai bem de férias? Aqui em sua casa, tudo em ordem!” 3) A mulher de colete continua: “A não ser, claro, com as suas joias, que a P.F. veio buscar…” 4) Policiais Federais, com seus coletes de uniforme, levam para a viatura baús e caixas cheios de joias, que vão caindo pelo caminho. A fala da mulher de colete prossegue: “…como parte da investigação do desvio de auxílio-calamidade. Que calamidade, Madame pergunta?” 5) Imagem de uma barragem se rompendo, pedaços de estrutura voando pelo ar enquanto uma massa líquida jorra pelas fendas. A fala da mulher de colete continua: “…o rompimento da barragem, que arrasou a região…” 6) Imagem de uma estrutura industrial, com grandes tanques e torres, pegando fogo em meio a muita fumaça. A fala da mulher de colete continua: “…provocou um tsunami e um acidente nuclear…mas ainda não pegaram os meninos. Que meninos? Ué, Madame.” 7) A mulher de colete fala ao celular: “…os seus! Não, não estão na escola. Foram expulsos…” 8) Dois meninos, gritando para alguém fora de cena: “Macaca!” - a fala da mulher de colete continua: “…por comportamento racista - ficaram zanzando na rua e o P.C.C. recrutou.” 9) Os dois meninos correm, carregando um equipamento com um amplificador de som e algumas antenas de captação. Alguns fios elétricos cortados, soltos no ar. A fala da mulher de colete continua: “Foi quando sumiram as sirenes de alerta da barragem.” 10) A mulher de colete fala ao celular: “Ninguém se interessou em comprar, por causa da guerra. Que guerra, Madame quer saber?” 11) Um homem discursa com ferocidade em uma tribuna, frente a um microfone. A fala da mulher de colete continua: “A que seu marido provocou acusando no Senado a Coreia do Norte pelo roubo, pelo tsunami e pelas calamidades.” 12) Vários balões se aproximando pelo ar, cada um carregando uma carga que pinga imundície e fede, em meio a moscas voando. A fala da mulher de colete continua: “A Coreia retaliou mandando balões carregados de lixo, merda e…” 13) A mulher de colete, ao celular, se interrompe e pergunta: “…sim, Madame?” 14) A mulher na praia, lixando unhas, pergunta: “Que joias?”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

últimas de cartuns

Estela May

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Galvão Bertazzi

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Laerte

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Fernando Gonsales

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Caco Galhardo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

André Dahmer

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Fabiane Langona

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

João Montanaro

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Laerte

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Jean Galvão

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login